Home / PESQUISAS / Qual é a força das mídias sociais para a publicidade?
Qual é a força das mídias sociais para a publicidade?

Qual é a força das mídias sociais para a publicidade?

Qual é a força das mídias sociais para a publicidade?

A força das mídias sociais para as campanhas publicitárias têm gerado contínuos debates. Não se trata de compreender sua importância para o mix de mídia, porque esse tópico já foi superado – é inegável sua relevância para comunicar marcas, produtos e serviços em ambientes nativos de comunhão, onde se constroem as redes de relações sociais.

Porém, o direcionamento de verba para comerciais em mídias sociais, que depende dos objetivos propostos no planejamento estratégico, ainda poderia trazer algumas dúvidas em relação ao ROI (Retorno sobre Investimento), dependendo do segmento de atuação do anunciante.

Para sanar esta dúvida, pesquisa inédita realizada pela Brightcove, empresa responsável por soluções de vídeos online, reporta que visualizar vídeos de marcas em redes sociais possibilita influência positiva.

O retorno dos comerciais em redes sociais garante que 46% dos consumidores impactados são convencidos à ação de compra. Isto indica que os comerciais representam importante fonte de informação, e que as marcas expostas nas redes sociais possuem grande vantagem para a decisão de compra.

A seguir os principais resultados:

  • Metade das visualizações de vídeos sociais ocorre no YouTube, um terço no Facebook (36%) e os 14% restantes são divididos entre redes sociais como Snapchat, Twitter e Instagram.
  • Conteúdo relevante para os interesses dos consumidores (44%) e atraente (40%) são os principais atributos procurados nos vídeos de marcas.
  • Facebook é a rede social na qual os consumidores são mais propensos a ‘gostar’ (51%), compartilhar (44%) ou comentar (32%) um bom vídeo social.
  • Depois de assistir a um vídeo nas mídias sociais, os consumidores declaram “gostar” dele (47%), compartilhá-lo (37%) e clicar para mais informações (33%).
  • 45% das pessoas são mais propensas a comentar com amigos e familiares sobre uma marca depois de assistir a um respectivo vídeo publicado nas mídias sociais e considerado bom.
  • 76% das pessoas são mais predispostas a assistir a um vídeo social, se recomendado por amigos ou familiares.
  • 7 entre 10 consumidores indicam que um vídeo visto na rede social influencia de algum modo a sua decisão de comprar ou não comprar algo.
  • 5 entre 10 consumidores que assistem ao vídeo realizam uma compra depois;
  • 3 entre 10 consideram uma compra após o vídeo.
  • 8 entre 10 consumidores interagem com as marcas nas redes sociais e 43% destes o fazem depois de assistir a um vídeo.
  • 8 entre 10 consideram que a maneira mais fácil de conhecer uma marca online é através de um vídeo.
  • 7 entre 10 passaram a ver mais vídeos em mídias sociais no último ano;
  • 49 minutos é a média de vídeos (de marcas ou não) vistos nas redes sociais por dia;
  • 6 horas é a média semanal de vídeos vistos em redes sociais;
  • Entre a geração Z (jovens entre 18 e 24 anos), a média é de 9 horas semanais.

Esses resultados também podem ser reflexo das atualizações proporcionadas por redes sociais como Facebook e Instagram, permitindo novos recursos para que os vídeos sejam carregados no feed e suportem publicidade de marcas. Isto reforça a atenção especial dispensada por players de diferentes segmentos em relação aos conteúdos em vídeos nas mais diversas plataformas, incluindo mídias sociais.

A pesquisa foi realizada com 5.500 entrevistados de 5 regiões: Reino Unido, França, Alemanha, Estados Unidos e Austrália.

Confira também!

Sobre Moisés Oliveira

Especialista em Marketing Digital, acompanha tendências e oportunidades de Comunicação Integrada. Responsável pela estratégia online e performance de anunciantes em diferentes segmentos, sua atuação em agências de publicidade e veículos de comunicação agrega valor à carreira iniciada na Administração.

Além disso, verifique

Brasil tem mais de 207 milhões de habitantes, segundo IBGE

Brasil tem mais de 207 milhões de habitantes, segundo IBGE

Brasil tem mais de 207 milhões de habitantes, segundo IBGE O Brasil tem 207.660.929 habitantes, …