Home / MARKETING / Polêmica da campanha “Somos Todos Paralímpicos”
14152197_10210240359787516_1670416877_o

Polêmica da campanha “Somos Todos Paralímpicos”

Polêmica da campanha “Somos Todos Paralímpicos”

“Somos Todos Paralímpicos” é o tema da campanha que homenageia os atletas paralímpicos. As peças divulgadas no perfil do instagram da Vogue Brasil estão gerando polêmica. As imagens dos atores Cléo Pires e Paulo Vilhena foram editadas para representar atletas com algum tipo de deficiência física.

A montagem não foi bem vista pelos internautas que estão gerando uma enxurrada de comentários contrários. Cleo estaria representando Bruna Alexandre, paratleta do tênis de mesa, e Paulo no lugar de Renato Leite, da categoria vôlei sentado.  

Entre as principais queixas está a reivindicação de que a publicidade deveria ter sido estrelada por atletas ao invés de atores globais. No entanto, os atores Cléo Pires e Paulo Vilhena estão dando continuidade a uma série de ações após serem convidados para embaixadores da competição.

Confira algumas menções dos internautas:

cleopires_emabiaxadora-300x158 Polêmica da campanha “Somos Todos Paralímpicos”

O intuito é gerar maior visibilidade para o evento e incentivar a compra de ingressos para os Jogos Paralímpicos que acontecerão entre os dias 7 e 18 de setembro. Os anúncios foram desenvolvidos para Comitê Paralímpico Brasileiro com criação da agência África.

Revista Vogue se envolve em peça polêmica “Somos Todos Paralímpicos”

Revoltados, alguns internautas solicitam inclusive o boicote da Vogue Brasil. No entanto, a revista não assina a criação e acabou se envolvendo na polêmica por publicar as imagens. O post no instagram também foi uma forma de promover a revista de setembro com exibição do ensaio “Super-humanos”.  As fotos são protagonizadas por Cleo Pires e o paratleta Renato Leite que é uma das grandes promessas para as competições.

Segundo o próprio veículo em seu site (Link http://vogue.globo.com/moda/moda-news/noticia/2016/08/cleo-pires-posa-com-paratleta-renato-leite-na-vogue-brasil-de-setembro.html) , é uma forma de apoiar a causa nobre. Relata ainda que a atriz decidiu fazer o ensaio porque “Quando você sensualiza uma história, também a empodera (…). É sexy essa superação”.

A divulgação traz à tona a questão da representatividade de grupos e apropriação de discursos por outros que, mesmo apoiando, se encontram em lugar diferente e portanto, possuem uma percepção diferente da realidade. Essa discussão é recorrente entre campanhas de inclusão e os anunciantes devem ser cuidadosos. Uma possibilidade para apoiar a causa sem risco de equívocos é explorar a pluralidade dos atletas, expondo os limites, história de vida, obstáculos e superações de cada um. Confira a abordagem na campanha da Nike:  

 

 

Sobre Cinthya Oliveira

Mestre em Mídia, Jornalista e Publicitária. Possui interesse em estudos sobre modelos de negócios, processos de produção em mídia e possibilidades de envolvimento do público. Além das atividades em comunicação, desenvolve estudos acadêmicos e contribui com a capacitação de profissionais.

Além disso, verifique

Pantene inaugura novo ponto de contato em São Paulo

Pantene inaugura novo ponto de contato em São Paulo

Pantene inaugura novo ponto de contato em São Paulo Pantene aposta em garantir proximidade com …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *